O futuro da indústria de caminhões no Brasil

O vice-presidente de Vendas, Marketing e Serviços da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Ricardo Alouche, apresentou a palestra “O futuro da indústria de caminhões no Brasil”. A indústria investe constantemente na evolução dos veículos como, por exemplo, transmissão automatizada, motor eletrônico, auxiliares de partida em rampa, piloto automático, controle de tração, controle de derrapagem, sistemas de exaustão de combustível, entre outros. O palestrante, que falou por videoconferência, ressaltou que o investimento em tecnologia, em muitos casos, é visto como um gasto inicial, mas que depois acaba oferecendo o retorno ao empresário.

“É aquele mal que acaba depois se apagando. Parece que é algo que vai onerar, mas logo em seguida é possível medir os benefícios que a tecnologia nos trás”, afirmou.

A conversa contou com a participação do diretor de Vendas Volkswagen, Sérgio Pugliese. Ele fez um resgate da evolução do caminhão, ressaltando uma característica a respeito dos caminhões elétricos hoje.

“Lançamos o primeiro caminhão 100% elétrico no Brasil. De lá para cá, percebemos que há clientes que, em alguns casos, tem referido que não precisaria do caminhão elétrico, por estarem bem atendidos no caminhão a diesel por deixar uma boa rentabilidade. Porém os clientes começaram a exigir que as entregas sejam feitos com o caminhão elétrico”, relatou.

PlayPress Assessoria e Conteúdo